Blog


17.02.2016

Monte seu jardim em canecas

Quem mora em apartamento ou não tem muito espaço em casa tem dificuldades para manter flores, mas saiba que você pode criar um delicado e belo jardim plantando suculentas ou cactos em canecas. Você vai ter um lindo canto verde na sua casa.

Para criar seu jardim, você vai precisar de:
Uma xícara ou uma caneca
Um borrifador de água
Um pedaço de feltro
Terra para jardinagem 
A planta
Furadeira
Uma broca especial para furar cerâmica 

1. Para transformar qualquer coisa em vaso de planta, é preciso, primeiro, fazer um buraquinho em sua base. 
2. Agora é hora de começar a furar. Não se esqueça de manter a furadeira perpendicular à caneca ou xícara. Você logo reparará que não é um material muito macio de furar, por isso, é essencial não fazer muita força com a furadeira, se não, corre o risco de acabar trincando a cerâmica.
3. Com a sua xícara ou caneca furada, é hora de transplantar a sua plantinha para a nova casa. Primeiro, forre o fundo com um pedaço de feltro.
4. Coloque um pouco de terra por cima do retalho, e vá preenchendo com terra.
5. Com cuidado, passe a planta para a xícara, posicionando-a do jeito que você mais gostar e cobrindo as suas laterais com mais terra, até ficar bem segura.
6. Se gostar, pode decorar com um pouco de musgo, o que dá um charme extra, além de segurar a umidade na terra. Agora é só escolher o melhor local para a sua planta e não se esquecer de regá-la regularmente, de acordo com a necessidade de sua plantinha!

 

Confira algumas dicas para cuidar bem dos cactos ou suculentas

O substrato ideal para as suculentas é a composição de terra adubada e areia de construção. A terra tem que ser bem levinha para drenar bem a água. Nunca utilize a areia da praia, pois ela contém altas doses de sal.
No verão, uma rega por semana é o suficiente. No inverno, regue no máximo uma a duas vezes ao mês. Molhe apenas a terra. Evite que a água caia sobre as folhinhas.
Cactos e suculentas precisam de sol e luz indireta. A maioria prefere sol direto, mas muitas preferem luz indireta, ou apenas algumas horas de exposição ao sol. Pesquise as espécies que você escolheu e ofereça o ambiente ideal.
Compartilhe