Muito mais do que praia: 5 locais encantadores no litoral da região sul

14.02.2019

O sul do país é composto pelos estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul: todos afortunados com um belo litoral. Nos meses quentes, a população destes estados costuma povoar temporariamente as praias. No entanto, a região litorânea possui belezas que vão muito além da areia e do mar. Lagoas, serras e morros cobertos pela mata atlântica proporcionam passeios que fogem do convencional. Veja alguns deles:


RIO GRANDE DO SUL:

- Osório e Morro da Borússia

Quem frequenta o litoral norte do Rio Grande do Sul possivelmente já passou pelo município de Osório. A “Terra dos Bons Ventos”, como é conhecida pelos seus habitantes, é referência em energia renovável devido ao seu imponente parque eólico, que consegue abastecer com eletricidade até 525 mil famílias da região. O complexo eólico de Osório é considerado o maior do tipo na América Latina, e recebe visitantes que desejam conhecer mais sobre essa megaestrutura. As visitas ocorrem de quarta a segunda-feira no período das 9h às 17h. 

Foto: Complexo Eólico de Osório

Próximo ao parque eólico, também em Osório, está o Morro da Borússia, um destino à margem da BR-101. Trata-se de um morro de 400 metros de altura com uma importante área de Mata Atlântica preservada. No alto, há uma pista para saltos de asa-delta, mas o que atrai tanta gente para o topo da trilha é a vista privilegiada da região litorânea.  

Vista Morro borússia | Foto: Jornal NH

O Morro conta com um mirante próprio para observação, localizado um pouco mais acima da pista de asa-delta. Alguns poucos quilômetros separam o local da Cascata da Borússia, bastante frequentada nos dias de verão e com boa infraestrutura para famílias que desejam passar o dia.

Cachoeira Borússia | Foto: Rotas de Moto

É possível chegar ao topo a pé ou de carro, por uma estrada pavimentada. 


- Cachoeiras de Maquiné
Na região em volta do pacato município de Maquiné – banhado por 3 rios – é possível encontrar diversas cachoeiras, explorar trilhas e passar um dia de paz e sossego. A Cascata do Garapiá, uma das mais conhecidas, fica a mais ou menos 20 km do centro da cidade. A estrada é íngreme e não asfaltada, portanto é preciso ir com uma dose de disposição para aventura. A paisagem, no entanto, é compensadora!

Foto: Destinos do Sul

A segunda cascata mais frequentada da região é a da Forqueta. Com uma trilha de maior dificuldade, este é o ponto de encontro dos mais aventureiros. Ainda assim, vale a pena a travessia por pedras e córregos para banhar-se numa queda d’água de 70 metros.

Foto: Pinterest


SANTA CATARINA:

- Museus Históricos de Laguna

Laguna é uma cidade do litoral de catarinense que, além de possuir lindas praias, respira história. Com mais de 3 séculos de vida, Laguna foi um cenário emblemático durante o período da Guerra dos Farrapos, sendo especialmente conhecida por ser a cidade natal de Anita Garibaldi. O que não falta na região são museus e construções da época, como o Museu Anita Garibaldi e a própria casa onde ela viveu.

Museu Anita Garibaldi | Foto: Wikipedia

Casa de Anita Garibaldi | Foto: IPHAN

Mirantes:
Laguna possui dois pontos atrativos para ver o município e a orla de cima. Um deles é o Mirante de Nossa Senhora da Glória, que é de fácil acesso e com estrada pavimentada. Outro é o Farol de Santa Marta, um dos faróis mais potentes do Brasil em alcance, e que serve como guia para as embarcações que se aproximam da região desde o século XIX.

Mirante de Nossa Senhora da Glória | Foto: Destino Mundo Afora

Farol de Santa Marta | Foto: Jornal de Laguna

Vale a pena também passear pelo Centro Histórico, que apresenta em torno de 600 casarios e monumentos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Centro Histórico de Laguna | Foto: Wikipedia


- Morro dos Conventos

Na região de Araranguá se localiza um dos melhores lugares de SC para a prática do sandboard, que é a descida com prancha por dunas de areia. A prática do esporte é o que atrai muitos turistas para o Morro dos Conventos, além da paisagem da região, com seus paredões rochosos de 80 metros de altura. O alto do morro oferece ainda uma vista da beira da praia e do encontro do rio Araranguá com o mar.


Além prática de sandboard, há outras atividades para se entreter. No Rio Araranguá é possível realizar passeios de jet-ski e windsurf; há diversas trilhas em meio a natureza; e até uma plataforma de voo livre no topo do morro. O local fica próximo à área urbana, onde há muitas opções de hospedagem.

Rio Ararangua | Foto: Wikimedia Commons


PARANÁ:

- Reserva Ecológica Sebuí

Para chegar a Reserva Ecológica Sebuí, no litoral do Paraná, é interessante começar o passeio por Guaraqueçaba, uma pequena cidade que fica a 160 km da capital Curitiba. A partir de Guaraqueçaba, o trajeto a Sebuí dura 50 minutos em barco. Se trata de uma reserva particular, administrada por uma operadora de ecoturismo, que conserva mais de 400 hectares de Mata Atlântica e incontáveis espécies de plantas e animais nativos.

Foto: GShow

No local é possível realizar trilhas no mangue e na beira dos diversos rios que banham a região, além de se aventurar nas cachoeiras e saltos, fazer passeios em canoas e caiaques, e curtir uma tirolesa de 60 metros. 

Foto: mochileiros.com

Gostou do conteúdo? Não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais!

Gostou das dicas? Não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

Como fazer uma decoração com significado

10.07.2020

VER POST

Acessórios

03.07.2020

VER POST

Como fazer uma horta doméstica.

25.06.2020

VER POST

Como fazer uma festa junina em casa?

18.06.2020

VER POST
VOLTAR AO BLOG
DESENVOLVIDO POR ATRIA DESIGN STUDIO